Bloggers Bleggers Blum!

Tem dias que eu tô bloggers daí aparece uns bleggers e eu fico blum mesmo!

A difícil escolha da Escola




Escolinha
Uma vez eu li em um blog que nenhuma escola é perfeita, que escola boa é escola limpa. Eu concordo! Mas preciso acrescentar algumas coisas.

Se você vai colocar seu filho bebezinho, ou que ainda não tem muita habilidade de fala, é muito importante CONFIAR nesta escola. Sim, pois quando as portas se fecham, você nunca saberá o que realmente acontecerá dentro da escola e o único meio de comunicação com você é a agenda. E nem sempre o que está escrito na agenda é confiável…

O que é importante observar nas visitas à escola:

– Higiene e limpeza – conforme já mencionado
– A conservação do local
– Se a escola é arejada
– A organização da escola e da sala da diretoria
– As atitudes das crianças que já frequentam essa escola
– Quantas crianças são por sala
– Se os professores possuem formação pedagógica
– Qual a formação dos monitores
– A disponibilidade da coordenação/direção e dos professores aos pais
– Filosofia e metodologia da escola

Não se preocupe se muitos desses itens não forem visíveis nas primeiras visitas. Muita coisa só é perceptível com o passar do tempo e no dia a dia.

Visitei várias escolinhas de educação infantil e colégios antes de tomar uma decisão. A princípio, escolhemos uma escola apenas com educação infantil para colocar nosso filho, pois acreditávamos que um lugar menor seria mais acolhedor, intimista e menos intimidador do que um grande colégio. E também, o quesito BOLSO teve que ser levado em consideração.

Hoje em dia a maioria das escolas, sejam apenas de educação infantil ou completas, usa algum sistema de ensino – Anglo, Positivo, Ético, Pitágoras, etc. E junto com ele vem: apostilas caríssimas, taxas de lanche absurdas, uniformes que custam mais caro do que roupa de adulto e lista de material abusiva. Por mais que um ensino de qualidade seja fundamental desde o primeiro contato com a escola, é preciso parar e pensar: será que meu filho de 2 anos precisa mesmo usar lápis de cor da marca FABER CASTEL? Será que meu filho de 2 anos irá consumir R$ 250 de lanche por mês? Será que uma apostila de R$ 400 tem a mesma eficiência didática de uma de R$ 90? Por que meu filho usaria caneta retro-projetor? Essas e outras questões pairam na cabeça de qualquer pai e mãe. Pois não se iluda: se a mensalidade é barata, a lista de material será abusiva e absurda; se a mensalidade é cara, o preço desta lista de materiais abusiva e absurda já está embutida no preço e o que sobra pra gente comprar é o básico, mas de uma forma ou de outra pagamos por absolutamente TUDO.

Cada criança reage de uma forma diferente ao ingressar na escola. Algumas não ficam doentes, outras pegam tudo que se possa imaginar. O organismo de cada um é diferente, independente da idade: tem bebezinho de 6 meses que fica bem, tem criança que só começa na escola aos 3 anos e fica muito doente. O que é muito importante levar em conta é se a escola tem hábitos é bem limpa, se pratica a higiene entre os professores e os alunos e – fundamental – se ela é arejada.

Dê preferência para que seu filho não almoce na escola. Se por um lado isso é positivo pois, à princípio, a criança aprende a comer de tudo, por outro lado, se ele ainda não fala muito bem, não é garantido que ele esteja realmente se alimentando, pois muitas vezes na agenda vem escrito que a criança está comendo super bem, quando na verdade não está. Mas, se mesmo assim você optar pelo almoço na escola, observe:

– Perda de peso
– Se seu filho está dormindo demais
– Se está ficando doente com muita frequência: o tempo que demora para sarar e o tempo que demora para ficar doente novamente

Se algum material fica na escola, como escova de dentes, copo ou caneca, peça para a escola uma vez por mês para você observar se eles estão limpos, ou até se é necessário trocar. Vou dar um exemplo: na primeira escola que meu filho estudou foi obrigatório deixar uma caneca de plástico. Escrevi nesta caneca o nome dele com caneta retro projetor, e depois de 2 meses, ao pegar esta caneca de volta, o nome dele estava intacto, com a minha letra. Na primeira lavada em casa, o escrito saiu totalmente. Isto comprova que a caneca não era adequadamente lavada na escola. Isto pode ser porta de entrada para muitas doenças, algumas bem graves.

No próximo post irei dar dicas sobre adaptação na escola.

RSS 2.0 | Trackback | Comentar

Comentarios desabilitados.