Bloggers Bleggers Blum!

Tem dias que eu tô bloggers daí aparece uns bleggers e eu fico blum mesmo!

O Koala, o canguro e a girafa




Quando eu era criança eu vi na TV o Papa João Paulo II em um tour pelo mundo, abraçando um Koala, e desde então eu tinha o sonho de conhecer esse bicho pessoalmente.

Nas minhas vindas anteriores aos EUA, eu não tive essa oportunidade, mas desta vez era uma questão de honra ir ao MetroZoo – que não é um zoologico para metrosexuais, viu? 😛 – para ver esse bichinho tão fofo e meigo.

Mas na prática não foi assim tão espetacular: apesar do MetroZoo ser gigantesco e cheio de lugares aprasíveis, o coitado do Koala estava trancafiado em um lugar menor do que um elevador, cercado por vidro e papéis de parede com desenhos de folhas de eucalipto. O coitado estava todo enroladinho, dormindo em um galho, tão solitário, que acabei saindo deprimida do lugar…

Porém depois vimos uns cangurus que faziam poses muito engraçadas, e nos fizeram esquecer do koala deprê.

Logo depois havia tartarugas no maior love, onde só as preliminares demoraram algumas horas…

Mas o ponto alto do dia foi alimentar a girafa! Ou melhor… O girafO (girafa macho). Medinho total de tomar uma mordida, mas fui bem orientada pela tratadora, então deu tudo certo. Mas foi difícil esquecer aquela lingua babada e fedorenta enrolando na minha mão! Mesmo assim, foi uma experiência única e muito divertida, mas que não preteno repetir quando estiver 30 graus à sombra, pois não foi nada fácil andar, andar, andar e andar mais um pouquinho nessas condições.

Apenas acho que o Zoo poderia oferecer um espaço maior aos bichos, pois muitos estão confinados em espaços meio pequenos.

Independentement de qualquer coisa, vale a pena, pois o estacionamento é de graça e a entrada é barata: US$ 15,00 por adulto. Mas a estrada tem vários pedágios de US$ 0,25 ao longo do caminho, tanto na ida quanto na volta. Sunpass obrigatório.

Uma dica é que, logo na entrada, alugue bicicletas ou compre tickets para usar o monorail deles. Isso ajuda, porque o parque é realmente grande, e quando está muito calor, fica difícil percorrer tanta distância à pé. O aluguel desses veículos só pode ser feito logo na entrada, então faça isso ao chegar no Zoo, para não se arrepender depois.

A cada espaço delimitado aos animais, tem bancos bem na frente, com cobertura, para que as pessoas possam ficar sentadas, passando um tempo gostoso, admirando a paisagem e observando as peripécias dos bichos.

E para quem vai com crianças, tem um espaço reservado a elas cheio de brinquedos com água, para amenizar o calor, pois em Miami é quente praticamente o ano todo. Leve toalhas e outra muda de roupas, chinelos, para não passar aperto.

Não se empolgue com a alimentação! Ela é bem precária e cara, se comparada a outros parques e atrações que fomos. Então vá preparado!

A foto da Girafa eu vou ficar devendo de imediato, mas prometo postar esta e várias outras muito legais quando voltar ao Brasil. 😉

RSS 2.0 | Trackback | Comentar

Comentarios desabilitados.